domingo, 6 de julho de 2014

NÓS SOMOS AQUELES QUE NÓS MESMOS ESTÁVAMOS ESPERANDO - OS HOPI



Junho 06, 2014








“Vocês andaram dizendo às pessoas que esta é a 

Décima Primeira Hora.

Agora vocês precisam voltar e dizer a essas pessoas 

que a Hora é agora.


E que há coisas a serem consideradas:

Onde vocês estão morando?

O que vocês estão fazendo?

Quais são os seus relacionamentos?

Vocês estão em boas relações?

Onde está a água de vocês?


Conheçam o seu quintal.

É o momento de falarem a sua Verdade.

Formem as suas comunidades.

Sejam bons uns com os outros.

E não procurem fora de vocês pelo líder.

Este poderia ser um tempo muito bom!


Há um rio que agora está correndo muito rápido.

Ele é tão grande e ágil que chegará a assustar alguns.

Esses vão tentar ficar na margem,

e se sentirão como que deixamos de lado, e vão 

sofrer muito.

Saibam, o rio tem o seu destino.

Os anciãos dizem que precisamos deixar a margem,

saltar para o meio do rio,

manter os olhos bem abertos e as cabeças acima da 

água.


Veja quem está lá dentro com vocês e celebrem.

Neste momento da história, não devemos fazer nada 

sozinhos,

no mínimo entre nós mesmos.


Quando fazemos, nosso crescimento e jornada 

espiritual tem uma parada.


O tempo do lobo solitário acabou. Reúnam-se!

Abandonem a palavra esforço, conflito, da sua atitude 

e do seu vocabulário.


Tudo o que fizermos agora, precisa ser feito de uma 

maneira sagrada

e em celebração.


Nós somos aqueles que nós mesmos estávamos 

esperando”.



Oração nativos Hopi – Arizona – EUA






Nota: Este post  é bastante esclarecedor, se observado com atenção!

Este comentário enfatiza o que deve ser “percebido, desfrutado e compartilhado” por todos e para benefício de todos.

Esta oração dos nativos Hopi, do Arizona, evidencia que eles perceberam que estamos num “ponto de mutação” na história humana. Eles acessaram a mesma Fonte, o Núcleo!
A evidência disto está em várias frases que guardam em si o poder de “despertar para o momento presente”, e como agir de forma consciente.

Eis algumas frases:
“Agora vocês precisam voltar e dizer a essas pessoas que a Hora é agora”;
Enfatize-se o Quando:
“… a Hora é agora”;

“Nós somos aqueles que nós mesmos estávamos esperando”;

“É o momento de falarem a sua Verdade”;
“Formem as suas comunidades.
Sejam bons uns com os outros.
E não procurem fora de vocês pelo líder.”

Enfatize-se o Como:
“… não procurem fora de vocês pelo líder”.

Observação importante: Há um líder; um Enviado divino, um Mestre!

Perceba-se transpondo uma “transição de percepção”, um “ponto de mutação”…
Para a percepção mental o Mestre “apareceu…”, “no passado…”, “FORA” de você…
Para a percepção consciencial o Mestre “aparece…”, “no presente…”, “EM” você!…

O Mestre está Se evidenciando em tudo o que está sendo percebido por você!

Se ainda estiver percebendo mentalmente você REAGIRÁ AOS PERSONAGENS E AO CENÁRIO, de forma condicionada, e não desfrutará o presente (a glória de Deus).
Se já estiver percebendo consciencialmente você INTERAGIRÁ COM O SER, de forma livre e consciente, e desfrutará o presente.

Os que já estão percebendo consciencialmente estão percebendo QUEM FAZ; por isso não reagem à representação; eles percebem o ATOR por traz dos personagens…

Sobre este ponto, observem esta passagem bíblica [ Leiam João 9, 1-5 ]:

Certa vez Jesus foi indagado sobre a condição de um cego de nascença, assim: Mestre, quem pecou para que este nascesse cego, ele ou seus pais?
E Jesus respondeu: Nem ele pecou, nem seus pais, mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus.

Jesus fez sua parte, e disse: Vai, lava-te no tanque de Siloé. [Siloé significa Enviado...]

Observem que:

Na representação o Mestre apareceu ao personagem cego como o personagem Jesus;
Na representação o Mestre é percebido pelos que tem fé como o próprio Enviado divino;
Os que tem fé são os personagens que já percebem que Deus está aparecendo como!
Na representação o Mestre, que é Deus aparecendo como, disse ao personagem cego, que é aquele no qual “as obras de Deus serão manifestas”, para ir ao Tanque de Siloé, que é o local onde Deus aparece como… como o Tanque do Enviado…

Atentem que nesta passagem bíblica:
Deus está “aparecendo como” o Mestre, que faz as obras divinas; como o personagem cego no qual “as obras divinas são manifestas”; e também como o local divino no qual o milagre de Deus, se consumará assim que o personagem cego se dirigir a este local…

Os que ainda estão representando personagens de cegos, que não estão percebendo, devem perceber que AGORA [diante de você] Deus está “aparecendo como” o Mestre;
AGORA, Deus está “manifestando EM você a obra divina” [ está despertando a sua fé; a sua visão da glória de Deus, a percepção consciencial ]. E para que a obra de Deus se consume EM você, basta que você se dirija ao local sagrado e interaja neste local…
Este local sagrado, o Tanque de Siloé, que é o Tanque do Enviado divino, é o “Núcleo”!

Na representação, o “Núcleo” será o local onde a “obra divina” se consumará EM você!
Para alguns será a Igreja; para outros, a Sinagoga; para outros a Mesquita; para outros o Templo; para outros será um local de oração, e para outros será simplesmente o seu coração…

O que deve ser observado na citada passagem bíblica é que a percepção consciencial, a percepção de QUEM FAZ, a fé, implica certamente em nossa “interação com Deus”!

De nada adianta você ler todos estes textos e comentários postados aqui, concondar e até se identificar com estes ensinamentos compartilhados, se você não “se dirigir-se ao “Tanque se Siloé…” e se não “se lavar nele…” ou seja, se você não fizer a sua parte!

O que há para ser percebido é que Deus JÁ ESTÁ realizando a sua obra redentora… Muitos personagens no mundo já estão despertos; já estão “percebendo QUEM FAZ”!
A diferença entre os personagens é que muitos não reconhecem nenhum mestre… e preferem permanecer na periferia, em suas visões mentais, em suas lógicas e razões…
Outros já seguem algum mestre divino. Estes já percebem “Deus aparecendo como”… Mas eles percebem apenas Deus aparecendo como “o seu” mestre… e preferem ficar na percepção de que o mestre é algum personagem ou algum Ser separado deles…
Eles são bem intencionados, mas ainda não percebem a ONIPRESENÇA DE DEUS!

A maior parte dos leitores deste comentário está nesta categoria! Eles reservam um tempo para sua prática de meditação e outro, para sua vida cotidiana… Ou seja, eles estão reservando um tempo para meditar e outro para viver… Um tempo para estar com o mestre e um tempo para estar no mundo… Eles “vivem para” o Mestre e não vêem que “vivem pelo” Mestre… que vivem em função do Mestre; não percebem que vivem porque a vida do Mestre está neles, que não há separação entre ator e personagem… Não percebem que para um personagem existir há um ator representando um papel…


Voltando às frases do texto,
...
...atentem para esta frase, que fala desta “ação consciente”:
“Tudo o que fizermos agora, precisa ser feito de uma maneira sagrada e em celebração”

Este “tudo” é tudo mesmo! Sem cindir o tempo de meditar e o tempo de viver a vida…
Ou seja, de forma desperta e consciente “tudo o que fizermos agora, precisa ser feito de uma maneira sagrada e em celebração”! Pois, a cada momento de sua vida você está vivendo a Vida de Deus!
É esta a percepção, que depende de vê-lo em todos (tanto no Mestre quanto no cego, daquela passagem bíblica) e em tudo (como no Tanque de Siloé); que depende de sua interação consciente com o Ser, a cada momento de sua vida, de uma maneira sagrada e em celebração, que fará o Mestre emergir EM você.

Com essa percepção, Interagindo com o Ser, você passa a viver o Mestre e se percebe como a própria Luz do Mundo! [ Com a percepção de que: "vivo, mas não sou eu Quem vive; é o Mestre Quem Vive em Mim... ]

Traduzir algumas frases finais:

Os anciãos [ os que já percebem consciencialmente ] dizem que precisamos deixar a margem [ nos orientam a deixar a visão periférica, a visão mental ], saltar para o meio do rio [ mergulhar na Consciência, interagir com o Ser; o Mestre Jesus orientou o cego a "se lavar no Tanque de Siloé"... ] manter os olhos bem abertos [ Manter a percepção de Quem Somos, a percepção consciencial ] e as cabeças acima da água [ Manter a percepção acima do nível da representação divina ].

Por fim, esta oração dos nativos convida a perceber algo maravilhoso, assim:

“Veja QUEM está lá dentro com vocês e celebrem.”

Veja Quem está lá dentro com vocês significa: Perceba o Mestre EM você e desfrute!
E “celebrem” significa compartilhem!

Por: Silvano


Fonte: http://nucleu.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário